Como montar uma equipe de desenvolvimento de software

[LoginRadius_Share]

O aquecimento da economia está favorecendo o segmento de serviços em tecnologia da informação. Nos 12 meses encerrados em fevereiro, as atividades nesta área tiveram uma expansão de 1% em relação ao período anterior, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A tendência é de que o crescimento se acentue nos próximos meses. As empresas estão preocupadas em ser mais produtivas, e um dos caminhos para isso é ampliar os investimentos em informatização.

Este panorama faz com que cresça a procura por analistas de desenvolvimento de software. Só em Santa Catarina, no primeiro bimestre de 2018, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o número de contratações teve um incremento de 40% em comparação ao mesmo período de 2017.

Os salários também estão em alta. Em um ano, a remuneração média mensal para um profissional estreante no mercado cresceu 32,2%. E para um experiente, 17,5%.

Isto é o reflexo da falta de profissionais especializados no mercado. Montar uma equipe de desenvolvimento de software pode acabar se mostrando uma enorme dor de cabeça, seja pelos custos envolvidos, seja pela dificuldade em encontrar pessoal especializado.

Uma pesquisa feita pela consultoria internacional PwC mostra que este tende a ser um aspecto cada vez mais relevante no mundo dos negócios: 41% dos CEOs pesquisados estão preocupados com a falta de talentos-chave em seus negócios.

A situação não é diferente para o segmento de desenvolvimento de software. Uma das causas de atraso nos projetos é a falta de pessoal especializado para executar as tarefas das diferentes fases de desenvolvimento de software (requisitos, projeto, codificação, testes e produção).

As equipes ideais e eficientes para o desenvolvimento de software

A situação considerada como ideal para a formação de uma equipe de desenvolvimento de software é aquela que haja 10% de especialistas considerados como “top” no mercado, haja modelos e ferramentas eficientes para o desenvolvimento; os processos estejam definidos com métricas de desempenho; a equipe esteja completa e não tenha casos de rotatividade e os requisitos do projeto estejam aprovados no início de cada fase.

A situação mais eficiente para a formação de uma equipe de desenvolvimento de software é aquela que prevê que haja 25% de especialistas considerados “top” de mercado.

A equipe de desenvolvimento de software eficiente é caracterizada por um gerenciamento de projeto competente; pessoal disponível quando necessário; baixa taxa de rotatividade; alteração de até 5% nos requisitos iniciais e modelos e ferramentas adequadas para o desenvolvimento.

Ambiente startup

Outra opção para a formação de equipe de desenvolvimento de software é incorporar conceitos trazidos pelas startups, como trabalhar com equipes enxutas e profissionais diferenciados.

Não se trata de contratar os profissionais mais experientes ou mais qualificados para o projeto. Mas, sim, aqueles que são considerados “fora da curva”: têm autonomia, querem aprender e querem fazer acontecer. São profissionais que veem cada desafio como uma nova oportunidade de aprendizado e evolução.

Profissionais “fora da curva” não se prendem a plataformas ou tecnologias. Eles, normalmente, conseguem ter uma visão mais crítica, o que possibilita maior agilidade na tomada de decisões em uma equipe de desenvolvimento de software.

Os profissionais T-shaped

Outra estratégia interessante na hora de montar uma equipe de desenvolvimento de software é trabalhar com profissionais “T-shaped”. Eles conhecem diversos assuntos de forma bem geral, não chegando a ser profundos especialistas (a parte de cima do T), mas também são experts em um campo de conhecimento específico (a parte vertical do T).

Eles são profissionais que dominam uma tecnologia específica e um conhecimento geral ou intermediário em outras áreas. Um profissional T-shaped é alguém que vai agregar muito valor para o negócio, tanto de uma forma específica, quanto uma generalista.

As práticas de mercado

Há muitas diferenças entre as práticas de mercado. As empresas, ao montar uma equipe de desenvolvimento de software, preocupam-se mais em ter especialistas “top” nos seus times, negligenciando outros aspectos.

Na prática, o que acontece nas equipes de desenvolvimento de software é que metade dos integrantes do time é altamente capacitada, há alta rotatividade e alguma familiaridade com modelos e técnicas de desenvolvimento. Isto resulta em um volume significativo de alterações durante todo o andamento do projeto.

Conclusão

Montar e gerir uma equipe de desenvolvimento de software não é um processo simples, ainda mais diante de um cenário de escassez de profissionais. Isto tem levado ao aumento nos custos dos projetos.

Uma alternativa para fugir de práticas tradicionais de mercado é adotar novos conceitos, como montar equipes que incorporem práticas adotadas por startups: ou seja, mais enxutas e com profissionais que realmente façam a diferença. É o caso dos profissionais T-shaped que, ao mesmo tempo, são especialistas e generalistas.

Tem dúvidas sobre como implementar seu projeto de desenvolvimento de software? A EITI Gestão de TI pode contribuir para impulsionar seu negócio com qualidade e segurança. Novas ideias, soluções diferentes, tecnologias mais adequadas às suas necessidades e objetivos e boas práticas de mercado estão entre os princípios com os quais trabalhamos.

[LoginRadius_Share]