Por que contratar um cloud broker para fazer a gestão da nuvem para sua empresa?

[LoginRadius_Share]

Estudo da consultoria IDC Brasil aponta que os cloud brokers, fornecedores de serviços em nuvem (cloud services), ganham cada vez mais importância na migração das empresas para a nuvem “Até 2018, 85% dos ambientes serão multicloud, conjugando diversos serviços em nuvem para atender suas necessidades de negócios, não só por uma questão de custos, mas também das capacidades de cada provedor.

Os brokers vão se tornar grandes intermediadores, ajudando as empresas na tomada de decisões e no gerenciamento desses ambientes”, afirma Luciano Ramos, gerente de Pesquisa e Consultoria de Software e Serviços da IDC Brasil.

Confira neste artigo, por meio de um caso real, porque contratar um cloud broker para fazer a gestão da nuvem na sua empresa faz todo o sentido.

Com um cloud broker não há interrupção nos processos de negócios

O Gartner aponta que o mercado de IaaS (Infraestrutura como Serviço) na nuvem deve crescer 25% ao ano até 2019. E com a progressão da cloud computing neste ritmo vai ser difícil que as empresas não adotem alguma forma de virtualização para rodar seus aplicativos de TI. Para Jeffrey Mann, vice-presidente de pesquisas do Gartner, a movimentação para a nuvem é inevitável.

Mas ao migrar aplicações e processos de TI para a nuvem, estão em jogo questões extremamente críticas e valiosas para as empresas. Afinal, as operações não podem parar e a empresa não pode deixar de faturar, não é mesmo?

Ao desenvolver o projeto de cloud computing para o Grupo Cantu – uma das 10 maiores redes atacadistas do país -, o cloud broker Eiti Gestão de TI manteve a produção funcional durante o desligamento, preservando dados e reconfigurando toda a estrutura sem contratempos.

O ambiente na nuvem foi implantado em apenas uma semana e, em duas horas e meia, todos os processos administrativos e financeiros estavam rodando, sem interrupção. Sem contar todo o esforço de logística, preparação do ambiente físico e instalação dos equipamentos que seriam necessários caso estes ativos não estivessem na nuvem.

Com um cloud broker os custos de TI ficam sob controle

Com uma atuação mais estratégica, de maior valor agregado, o CIO precisa equilibrar os investimentos em crescimento e inovação, com os custos de manutenção dos serviços de TI para manter a operação “rodando”.

É preciso reduzir custos operacionais, melhorar a eficiência e, ao mesmo tempo, pensar adiante nos investimentos que farão a organização crescer e nas inovações necessárias para a sustentabilidade do negócio no futuro.

Então para que investir tempo, dinheiro e contratação de pessoal para um processo que não é o core business da empresa no lugar de direcionar estes recursos para o que trará resultados de negócios?

A computação em nuvem é a forma mais viável, financeiramente falando, de manter sua TI atualizada e relevante para a sua empresa. Ao contratar os serviços do cloud broker Eiti, o Grupo Cantu obteve economia de dinheiro, de recursos físicos e humanos, com investimentos 36% menores do que exigiria uma infraestrutura física equivalente.

A Cantu Itajaí trocou um leasing mensal para pagar a infraestrutura on premise por uma mensalidade com um valor 71,4% menor para manter o ambiente de cloud computing totalmente adaptado à demanda atual e escalável para suportar o seu crescimento.

Com um cloud broker há grandes ganhos de desempenho

De acordo com Sundar Pichai, CEO do Google, “no futuro, praticamente tudo será feito na nuvem, porque, além de mais simples, será mais eficiente”.

A migração dos dados para a nuvem dinamiza os processos, usando as ferramentas e sistemas mais inovadores para alcançar maior eficiência. Mas essas inovações só valem se trouxerem resultados reais para as empresas, certo?

Na nuvem é possível obter ganhos significativos em desempenho nos processos operacionais e administrativos-financeiros.

Foi o que aconteceu com o Grupo Cantu. A partir da migração para a nuvem com o cloud broker Eiti, os processos críticos da empresa como contabilização de compras, faturamento, financeiro, efetivação de lançamentos, títulos a receber, lançamentos contábeis e fiscais, entre outros, são realizados, em média, 400% mais rápidos, chegando, em alguns casos, a serem 13 vezes mais rápidos.

Ou seja, um ganho de desempenho de 1.300%. O que podia levar horas, passou a ser processado em segundos e, com a redução do impacto causado por falhas, a empresa consegue manter um nível de performance mais amplo continuamente.

Conclusão

Como você viu, é muito mais assertivo contar com um cloud broker para a migração e gestão dos seus ativos de missão crítica para a nuvem. Conheça a metodologia de trabalho do cloud broker Eiti – especialista em gestão de nuvem -, e veja de que forma podemos ajudá-lo a desenhar seu projeto de sucesso.

Conheça também as etapas do processo de trabalho da Eiti que irá transformar a área de TI da sua empresa em estratégica acessando o ebook gratuito “Passo a passo de gerenciamento em Nuvem

Cloud Broker - especialistas em nuvem para sua empresa - Eiti Gestao de TI

[LoginRadius_Share]